Cárie Dental

O QUE É CÁRIE?

A cárie dental é uma doença multifatorial, isto é, causada por uma associação de fatores, podendo ser transmissível e dependente da dieta. Os fatores envolvidos na doença cárie são a presença de bactérias e de placa na boca, a alimentação e a má higiene oral.  Quando ingerimos alimentos que contenham carboidratos (açúcar e amido), estes carboidratos são digeridos pelas bactérias, produzindo ácidos que corroem a estrutura do dente, causando a cárie.

As cáries dentárias são geralmente indolores no início, mas elas podem tornar-se dolorosas, caso se espalhem para o nervo (polpa) ou raiz de um dente. Se não tratada, a cárie dentária pode evoluir para um abscesso (infecção) no dente, que é uma condição mais dolorosa e potencialmente grave.

Depois que comemos, as bactérias naturais da boca combinam com restos de comida e ácidos para criar uma película pegajosa chamada placa. Se esta placa bacteriana não for removida regularmente pelo uso do fio dental e escovação, ela pode acumular ou endurecer em uma substância conhecida como cálculo (tártaro). Placa bacteriana e cálculo, além de bactérias e ácidos, podem degradar o esmalte dos seus dentes, levando a falhas no esmalte denominadas cáries dentárias. Cárie dentária geralmente começa como pequenos e rasos buracos, se deixada sem tratamento, podem se tornar maiores e mais profundas e potencialmente levar à destruição ou perda do dente.

FATORES AGRAVANTES

Além da dieta e má higiene oral, um dos fatores que podem predispor os adultos a doença cárie é a presença de xerostomia (boca seca), uma doença causada pela falta de saliva. A xerostomia pode ser decorrente de alguma doença, de medicamentos, da radioterapia e da quimioterapia, e pode ser temporária (dias ou meses) ou permanente, dependendo de suas causas.

Já em crianças pequenas que fazem uso de mamadeiras, por exemplo, o fato de pegarem no sono e não realizar a higienização dos dentes pode levar a ocorrência de cárie generalizada, denominada “cárie de mamadeira”. Além de causar dor, este fato pode levar a perda dos dentes e em decorrência atrasar o processo natural de erupção dos dentes permanentes.

COMO PREVENIR A CÁRIE?

Escove os dentes pelo menos quatro vezes ao dia, sempre após as refeições e antes de dormir, e use o fio dental diariamente, a fim de remover a placa bacteriana entre os dentes e sob a gengiva.

Faça avaliações regulares. O cuidado preventivo pode evitar que os problemas ocorram e que problemas menores se tornem sérios.

Adote uma dieta balanceada, com pouco açúcar e amido. Quando ingerir estes alimentos, procure comê-los durante a refeição, e não como um lanche, para minimizar o número de vezes que seus dentes são expostos ao ácido.

Contato